26 maio 2010

Eles só pensam NAQUILO!

Postado por Bruna às 16:07 0 comentários

Vocês já devem ter reparado, queridas leitoras, que os homens só falam e pensam em sexo, não é mesmo? E eles, claro, negam isso. Mas agora é a ciência que comprovou isso, pois uma pesquisa feita pelo site Onepoll.com revelou que eles "pensam naquilo" ao menos 13 vezes por dia. Já as mulheres, segundo o site, pensam 5 vezes por dia.


“Isso é plenamente normal porque o homem é programado desde cedo a procriar, parece que ele tem a missão de espalhar seus genes e, consequentemente, acaba pensando nisso com o instinto de um caçador mesmo”, explica Ismael de Araujo, jornalista e autor do “Manual do Xavequeiro”, da Editora Matrix. E os estudos não param por aí. O site “Live Science” publicou uma pesquisa de doutorado da psicóloga britânica Jennie Parker que afirma que, enquanto mulheres têm sonhos tensos, eles sonham com sexo na maior parte das vezes. Mais uma prova de que eles só pensam naquilo!



Felipe Pena, professor da UFF (Universidade Federal Fluminense), psicólogo, jornalista e autor do romance “O Marido Perfeito Mora ao Lado”, da Editora Record, afirma que as coisas também não são assim, não é que eles só pensam nisso, eles têm uma característica que os deixa mais propensos ao tema: são mais visuais que mulheres. Elas, por sua vez, são sinestésicas, pensam com todos os sentidos e se envolvem pelo conjunto, não apenas pelo que veem. Ou seja, se você alguma vez estava conversando com um amigo do sexo masculino e ele parou de prestar atenção porque passou uma moça e ele ficou olhando, não se culpe e ache que o que você fala é chato,, os verdadeiros culpados disso são os homens, que são muito visuais.


Esta pesquisa foi muita esclarecedora, talvez seja por isso que seja algo extremamente habitual ver um casal em que a mulher é muito bonita, e o homem nem tanto. Nós mulheres não ligamos tanto para a aparência quanto eles, enquanto buscamos conteúdo, eles buscam forma.

Portanto, meninas, tentem ser um pouquinho mais flexíveis, pois sabemos lá no fundo que a culpa não é deles.

Bem sucedidas, sim!

Postado por Monica Keiko às 08:28 0 comentários

Atualmente os homens querem mais é que a gente trabalhe. Dividir a conta, as despesas da casa e as saídas do casal virou algo frequente. Cada vez mais os homens querem a independência financeira da sua parceira.

Uma pesquisa da Marplan (realizada com 459 homens de várias classes sócio-econômicas, e acima de 18 anos), dos 78% que se mostraram favoráveis ao trabalho profissional da mulher, 37% afirmaram que este era um meio de regularizar as finanças domésticas.

No campo profissional ainda existe um certo preconceito visível quando o assunto é o salário de mulheres e homens ou o cargo. Os homens ainda pensam que merecemos menor salário que eles e cargo de menor prestígio.Coitadinhos! O número de mulheres com cargos e salários altos só aumenta.

O continente americano é o com maior proporção de mulheres em posições de alta hierarquia, como legislativas e de gerência, de acordo com relatório da Organização Internacional do Trabalho.Na América do Norte, as mulheres ocupam 41% desses cargos, enquanto o percentual na América Latina e Caribe chega a 35%. O resultado é superior à média européia (30%) e mundial (28%).

Culpa de menos

Postado por Monica Keiko às 07:58 0 comentários



Acredite eles sentem menos culpa do que nós!

Está cientificamente comprovado por um estudo da Universidade do País Basco, na Espanha. De acordo com a pesquisa, apesar das mudanças sócio-culturais das últimas décadas, as mulheres ocidentais sentem significativamente mais culpa do que os homens. Culpa em relação aos filhos, ao marido, ao trabalho, aos próprios pais… Culpa por ter feito. Culpa por não ter feito. Culpa por ter se prometido fazer e não ter conseguido.

Você já deve ter presenciado cenas em que seu namorado errou feio e o que ele fez foi apaenas dizer "desculpa". Eles podem sentir algum pesar mas que fica por pouco tempo, enquanto nós nos martirizamos, choramos e nos descabelamos tentando encontrar um jeito de concertar o nosso erro.

A pesquisa foi publicada no Jornal Espanhol de Psicologia, diz que foram analisados 156 adolescentes, 96 jovens e 108 adultos de meia-idade, igualmente divididos entre os dois sexos. Eles responderam longos questionários e entrevistas. Em todos os três grupos as mulheres demonstraram mais culpa – sendo a diferença maior entre os adultos entre 40 e 50 anos. Entre os homens, a empatia – capacidade de se colocar no lugar do outro – foi menor na faixa etária de 25 a 33 anos.

Isso acontece porque nós temos uma sensiblidade maior e maior capacidade de nos colocarmos no lugar do outro. Temos que aprender a encarar a culpa do jeito deles, o melhor é não esquentar tanto a cabeça.

Síndrome do Pinóquio

Postado por Mari Lima às 00:06 0 comentários

O nariz dele pode não estar crescendo, mas quando aquela coceirinha bem atrás da sua orelha vai começando a pegar fogo, pode apostar! Pulguinha não falha, o cara de pau tá mentindo mesmo!

Foi só jogar bola? Só estava conversando com ela? O telefone dele não pegava? Ele não viu suas ligações? Foi visitar a avó doente que mora no interior? Até parece! Se você caia nessas desculpinhas masculinas, pode começar a levantar e se recuperar porque o tombo deve ter sido feio quando a verdade veio à tona. Mentir faz parte do ser humano e principalmente do seu ficante, namorado, marido, pai, irmão, amigo. Homens mentem mais do que as mulheres.

É fato que existem aquelas mentirinhas classificadas como bobinhas, só uma besteirinha de nada, que estão a todo momento bem na pontinha da língua tanto dos homens quanto de nós mulheres. Mas a língua deles anda bastante afiada. É o que comprova um estudo feito por pesquisadores do Museu da Ciência de Londres.

Segundo o estudo, um homem diz, em média, três mentiras por dia, acumulando 1.092 em um ano. Enquanto a média feminina é de 728, mentindo apenas duas vezes por dia. E eles mentem mais porque se sentem mais confortáveis em não dizer a verdade. Entre as mulheres que mentem 82% disseram ficar com a consciência pesada, mas apenas 70% dos homens confessaram sofrer de culpa.

Então além de mentirosos eles não dão a mínima?

Não é bem assim. A pesquisa concluiu que as pequenas mentiras não são prejudiciais e melhoram as interações humanas. Para 75% dos entrevistados, homens e mulheres, as mentirinhas são normais para não ferir o sentimento alheio.

Para evitar aquela briga chata eles acabam dizendo que o celular estava sem sinal, que ele já estava a caminho, que estava preso no trânsito (clássica), que você emagreceu, e também pode duvidar um pouquinho quando ele disser “É exatamente o que eu sempre quis”, pois essas entre outras entraram para a lista de “mentiras mais comuns” elaborada pelos pesquisadores ingleses.

É claro que uma mentirinha a mais, uma a menos, não vai abalar completamente as estruturas do seu relacionamento. Mas que eles deveriam tomar cuidado, deveriam mesmo. Daqui a pouco o nariz do cara de pau fica desproporcional e em alguns casos cria até galhinhos nas pontas!
(Ok, não faz mal, fica até charmosinho! Desde que os galhinhos não sejam na nossa testa!)
Dica: O livro super famoso (e muito bom) do Luís Fernando Veríssimo, "As mentiras que os homens contam" está disponível para download. Clique aqui para baixar.

25 maio 2010

14 maneiras de terminar um namoro

Postado por Adriana Pucci às 23:43 0 comentários
Após perguntar para diversas garotas de 17 à 30 anos, cheguei a algumas boas desculpas para terminar aquele relacionamento que não a agrada mais!



Dentre as diversas entrevistadas, as melhores respostas são:

Você é bom demais pra mim – Enalteça as qualidades dele e diga que infelizmente não está à altura dele, uma pessoa claramente mais evoluída. Cite alguma crítica ou comentário negativo que ele falou sobre você. Use a seu favor. Ele merece coisa melhor. Por este motivo, o namoro acaba por aqui.

Vamos dar um tempo – Entregue ao tempo o futuro da relação de vocês. Diga que está confusa, que não sabe exatamente o que quer, mas garanta que o tempo é o melhor remédio e que, se for para vocês ficarem juntos, ele fará com quem vocês se reencontrem mais para frente.

Vai ser melhor assim – Diga que, mesmo ele sendo um homem incrível, vocês infelizmente não conseguiram se acertar. Que, diferente do que dizem por aí, você não acredita que os opostos se atraem. Termine afirmando ter certeza de que a separação vai ser melhor para o dois e deseje a ele toda a felicidade do mundo.

Vou viajar – Alegue que planeja fazer uma viagem onde vai conhecer pessoas novas e não quer correr o risco de traí-lo. Da mesma forma, ele ficaria sozinho e exposto a tentações. Então não é o momento de ter compromisso com ninguém. Sorry.

É cedo – Diga o quanto ele é sensacional. Você já percebeu que um namoro com ele seria para a vida toda: casamento, filhos. O problema é que vocês dois são muito jovens, têm a vida inteira pela frente e precisam curtir mais, viajar, conhecer outras pessoas até se amarrar de vez. Desculpe, mas ficamos por aqui.

Preciso saber quem eu sou – Você está no meio de uma crise de identidade e, para conseguir se entender e decifrar seus reais desejos, precisa ficar sozinha. Não vai ser fácil, mas infelizmente ninguém pode lhe ajudar. Lamenta-se.

Não consigo me entregar – O seu namorado é um doce de pessoa, carinhoso, romântico e você adora tudo isso. Mas a verdade é que você teve problemas nos seus relacionamentos anteriores, sofreu demais e agora não consegue se abrir totalmente para o amor. Ficou traumatizada. Sendo assim, não dá mais. Não até você amadurecer emocionalmente.

Preciso focar no trabalho – O namoro é maravilhoso, a melhor parte do seu dia e o trabalho é o grande vilão da história: está exigindo demais. Por isso, infelizmente, o jeito é terminar.

O problema não é você, sou eu – Um clássico do fim. Diga que o seu namorado é um homem incrível, inteligente, companheiro. Mas o problema é com você. Você que não está numa fase muito boa, não sabe dizer o que é, mas, infelizmente, não dá mais pra continuar o namoro.

Estou apaixonada... por outra! – Olha que coisa, você não sabe o que houve, nunca tinha pensado nisso, mas de repente começou a se sentir atraída por outra pessoa e essa pessoa é a sua melhor amiga. Não, você não o está convidando para uma ménage. É o fim mesmo.

Eu mudei – Não sou mais aquela, preciso de novos desafios, novos amigos e, quem sabe, uma nova companhia. O namoro chegou ao fim da linha.

Você é a pessoa certa na hora errada – Você sabe, ele sabe, todo mundo sabe que ele é a oitava maravilha do mundo e que você o ama muito, mas, sempre tem um \'mas\', chegou na sua vida no momento errado. Desculpe, não rola mais.

Gosto de você como amigo – Você gosta tanto dele, mas tanto, que virou seu melhor amigo ou pior: seu \'irmão\'. Deseje tudo de melhor na vida para ele, inclusive, uma nova namorada espetacular. Fale que quer ser a madrinha de casamento deles.

Estou confusa – Comece frases que nunca terminam. Pergunte onde está, como, por quê? Você já não sabe o que sente. E se ele não for a pessoa que você procura? E se for e você não estiver enxergando? Alegue estar com a cabeça muito confusa, sem saber o que quer. Se você não se entende, imagine ele? O caminho é buscar ajuda psicológica. É o que você vai fazer. Mas, por enquanto, precisa terminar. Você o procura quando estiver melhor. Ou não.

Agora não tem mais desculpas! Se ele não te faz mais feliz, te dei aqui 14 formas de dar um pé nele!

Quero terminar, e agora?

Postado por Adriana Pucci às 22:45 0 comentários
Como dizer que não quer mais continuar, sem magoar o coração de alguém que você não quer mais na sua vida?
Arrumar um namorado todo mundo quer. Mas tudo que é bom ( ou seja se ele não é o seu principe encantado ) tem um fim! E quando esse momento chega, ser maduro e botar um fim de forma bonitinha sempre fica complicado, e a gente quer é sair correndo. Terminar um namoro é uma das tarefaz mais desconfortaveis não só para quem toma como para quem dá o fora. O chá de calcinha esta aqui para ajuda-la a passar por essa DR ( discutissão de Relação ) final !

No livro "Relacionamento amoroso: como funciona sua metade ideal e cuidar dela", o psicologo Ailton Amélio lembra que é mais fácil terminar um relacionamento quando ela está no início. "Quando os indivíduos estão cientes de que se encontram em uma espécie de período de experiência. Outro fato que facilita o término é que os parceiros ainda não integraram uma boa parte de suas vidas e das suas individualidades e, por isso, não ficarão tão desamparados", explica o psicólogo.

Segundo Ailton Amélio, a maneira direta de terminar um relacionamento consiste simplesmente no anúncio do término seguido de algumas explicações. "As explicações podem ser simples ou elaboradas, honestas ou manipuladoras. A ausência de explicações é muito impolida e trata-se de uma desconsideração intolerável com o parceiro", afirma o psicólogo.

Para Ailton Amélio, é melhor evitar:- Terminar por email ou por telefone- Enumerar todos os defeitos do parceiro- Imputar no parceiro todos os motivos do término do relacionamento- Não dar explicaçõesNo caso de relacionamentos mais duradouros em que as vidas de um e de outro estão mais entrelaçadas, as maneiras indiretas são mais usadas na hora do ponto final. "Aquele que quer terminar pode começar a tomar medidas que tornem o relacionamento menos importante para si e para o parceiro. A diminuição da importância facilita a separação", afirma
Ailton, salientando que essa medidas podem ser tomadas consciente ou inconscientemente.


Algumas maneiras indiretas de terminar um relacionamento, listadas por Ailton Amélio:

- Aumentar custos e diminuir benefícios para o parceiro. Por exemplo, deixar de ser atenciosa e romântica, deixar de apoiá-lo e aumentar críticas.

- Criar clima ruim. Por exemplo, comentar que não suporta as reclamações diárias do parceiro e que vai manter aqueles hábitos que o parceiro vem criticando.

- Provocar raiva e ressentimentos. Dessa forma, o outro fica mais motivado a tomar uma atitude contra quem os provocou.

- Aumentar a independência em relação ao parceiro.

- Cometer atos que o parceiro considera imperdoáveis. Exemplo: traí-lo e fazer com que ele saiba disso.

22 maio 2010

Eles traem mais!

Postado por Bruna às 18:56 0 comentários
Lembra daquela sua conhecida feminista que sempre diz que os homens são infiéis? Pois é, infelizmente ela pode ter razão. É algo comum, entre nós mulheres, comentar quão galinhas os homens são, que eles só pensam em sexo e que saem correndo atrás do primeiro rabo-de-saia que aparece e acredito que o comentário geral seja "os homens não prestam!". Porém, nós ainda temos esperança que eles sejam fiéis e completamente apaixonados a ponto de nem olhar para o lado, não é mesmo meninas?




As nossas esperanças serão postas em xeque pois, contrariando o que a calcinha Monica postou (http://bit.ly/90NeK7) as estatísticas mostram que os homens traem mais sim, 60% dos homens têm sexo fora do casamento, contra 45% das mulheres, o que dá razão às feministas. É claro que não vamos generalizar no blog, afinal, se tratando de homens nós nunca fazemos isso ;). Portanto, continue procurando, pois exceções são sempre bem-vindas, e estatísticas dizem muita coisa, mas não diz mais do que a confiança que você tem em alguém que você ama.

20 maio 2010

Apaixonados para sempre, será?

Postado por Bruna às 21:10 0 comentários



"E o casal apaixonado viveu feliz para sempre...". Os romances costumam acabar assim, e este é normalmente o modo que almejamos que a nossa vida seja, certo? Sim, mas agora a ciência mostra que a paixão, na maioria das vezes, tem prazo de validade!
Foi essa a conclusão de um estudo da Universidade Harvard, que analisou os níveis hormonais de 58 homens e comprovou que ao longo do tempo, os níveis de testosterona vão caindo. E são estes os responsáveis pelo desejo sexual.
Ao cair na rotina, as pessoas tendem a perder aquele encantamento existente entre elas quando estavam apaixonadas, e com isso as pessoas ficam menos tolerantes, e começam a ver o outro como ele realmente é. Quanto àqueles casais que estão juntos há décadas e ainda se dizem apaixonados, não passam de excessão, e ninguém sabe por quê. O fato é que, para a maioria das pessoas, a paixão diminui com o tempo. E isso faz sentido, como o casal conseguiria cuidar dos filhos com toda aquela paixão do começo?
Mas como fazer a relação dar certo então? Existem as recomendações que todos já conhecemos, como ter bom humor, não brigar por bobagens etc. Tudo isso funciona, mas só se seguirmos a postura correta, e nem sempre ela está tão clara não é mesmo? Um estudo da Universidade Califórnia revelou que na Índia, onde 95% dos casamentos são arranjados, os casais têm níveis mais altos de satisfação e amor do que no Ocidente. Isso se dá porque o amor deles começa pequeno e vai crescendo aos poucos, diferente do ocidental, em que colocamos a maior expectativa nos ombros da pessoa amada, começando do auge e tendendo normalmente para ir "esfriando". O ideal então é não alimentar expectativas, ou tentar colocar menos expectativas. Outro tática é ter o hábito de ficar um pouco longe da pessoa, pois isso atiça o sistema de recompensa do cérebro. "A expectativa da recompensa é quase melhor do que a recompensa em si" afirma o neurologista Semir Zeki.
Portanto, mesmo que a ciência diga que a paixão tem prazo de validade, lembre-se que mais importante do que as estatísticas é o que acontece com a sua vida, e não deixe de acreditar que a paixão ainda pode existir em sua vida, pois existem sempre as exceções.

19 maio 2010

Cavalheirismo às avessas

Postado por Monica Keiko às 08:35 0 comentários


E quando a conta chega? Ele fica olhando para você e não pega a carteira? Ele vai ao banheiro ou diz que vocês terão que dividir?

Bem vinda ao mundo real, em que o cavalheirismo está quase extinto! Aquele princípe que você sonhou, que faria tudo por você, exatamente tudo, tá longe de ser encontrado. Tudo bem que dividir a conta uma vez ou outra é aceitável, mas dividir sempre, ninguém merece! Ouvir que ele tá sem dinheiro então, piorou!
Tempos atrás os homens pagavam a conta, abriam a porta do carro, tratavam suas namoradas ou esposas como princesas. Agora isso acabou mulheres muitas vezes acabam pagando as contas dos homens e aceitando coisas que jamais iriam imaginar um dia aceitar!

Bom mas e no feriado? Surpreenda-se:

No Reino Unido, segundo a pesquisa, no caso dos casados, a decisão pelas escolhas das viagens de feriado dá-se já no início da relação. Cerca de 9% das futuras noivas admitem que planejam suas luas de mel sozinhas. Um pouco mais de um terço das mulheres (35%) também confessa que não confiaria em seus parceiros para reservar a viagem de seus sonhos. Já, 76% dos parceiros homens admitem que confiam totalmente nas escolhas de suas namoradas, no que tange à viagem pós casamento.
O levantamento detalhou os hábitos dos casais em suas preferências nos feriados e comprovou que, se as mulheres não se responsabilizam inteiramente pela organização das viagens, quase metade (43%) delas fazem questão de ter a palavra final em relação ao hotel escolhido. O cavalheirismo, pelo visto, ainda existe em situações bem específicas mas está longe daquilo que esperamos deles!

18 maio 2010

O romantismo já era?

Postado por Mari Lima às 20:44 0 comentários

Já até imagino o que está passando pela sua cabeça, querida amiga, que provavelmente perdeu completamente as esperanças sobre a hipótese de existir sequer um homem romântico no planeta em que vivemos.

Raridade. Homem romântico não existe mais, só nos tempos da vovó e olhe lá. No cinema a gente pode até achar alguns exemplos, bons exemplos, que deveriam ser seguidos pelos homens que cruzam nossos caminhos.

E que mulher espera, nos dias de hoje, receber flores sem motivo? Uma carta de amor do namorado? Um jantar a luz de velas? Um “eu te amo” inesperado?
Nenhuma. Se o cara ligar no dia seguinte, já ta valendo, né?

E você homem que se sente injustiçado toda vez que acessa esse blog, acha que da pra ser romântico? Pra você isso não é coisa de veado? Seus amigos acham legal quando você é romântico com sua namorada ou qualquer mulher? As mulheres te acham um cara romântico? Se sua resposta para as perguntas anteriores foram, respectivamente, “sim, não, sim, sim” parabéns! Você é a salvação da espécie! Ou sinto lhe informar que, se não estiver mentindo, você não existe!

Aposto que a maioria das pessoas do sexo feminino (bastante feminista) pensa exatamente da mesma forma. Mas não é bem assim que a história funciona. Conversando com alguns amigos, percebi que vários deles já tomaram ou tomariam atitudes românticas. “Já preparei jantar a luz de velas, já mandei flores, já me declarei, até serenata eu já fiz, mas não espalha!” confessou Marcio Neto* (*alterei o nome devido ao pedido de discrição hahaha). Outro ser do sexo masculino, Felipe Sonda, que me deixou publicar o nome, disse que não dá pra ser romântico o tempo todo, mas que as pequenas atitudes devem ser levadas em conta. “Eu sempre pago a conta, abro a porta do carro, ela que escolhe onde vamos, nas datas especiais faço alguma surpresa. Namoro há 3 anos e sempre foi assim.” contou Felipe comprovando que existe homem educado e romântico.

É fato que eles não gostam muito de assumir que são românticos, têm medo de serem confundidos com “melosos” ou chatos. Mas a maioria se esforça para agradar as mulheres.

E lá vem mais alguma forma de retrucar da parte feminina: “eles só são românticos quando querem agradar”. Nem sempre. A terapeuta Alessandra Nogueira, que escreveu sobre os mitos que envolvem a mente dos homens e é especializada em terapia de casais, diz que os homens gostam de mostrar preocupação com suas parceiras. “Alguns homens realmente são românticos para agradar, enquanto outros fazem isso para receber o mimo de volta. Mas, no geral, o romantismo é usado como um “sistema motivacional” para ajudar as pessoas a construir e manter um relacionamento próximo com o parceiro.” explica Alessandra.

Ainda acha que o romantismo dos homens já era?

O americano Jake Bronstein fez um evento em Nova York para bater um recorde: a velha brincadeira do telefone-sem-fio com o maior número de participantes – com a frase chegando completa.

E o que isso tem a ver com ser romântico?
Ele falou a frase que foi passada de pessoa a pessoa até chegar na sua namorada, Kristina, a 60ª pessoa da fila. A história ia muito além de uma tentativa de recorde, era um pedido de casamento.

Quando um completo estranho cochichou no ouvido da moça “Kristina, quer casar comigo?”, ela não entendeu direito. Deu risada e o cara apontou para o namorado dela. Quando ela virou, lá estava ele de joelhos e segurando um anel, esperando a sua resposta. É óbvio que ela disse sim.

Lindo né? Então pode acreditar e suspirar. Ainda há esperança, o romantismo existe sim e pode mostrar o vídeo do Jake pro seu namorado, ficante, ou qualquer homem. Quem sabe eles não se inspiram.


Amizade colorida

Postado por Bruna às 18:14 0 comentários


Amizade colorida é hoje uma das tendências para os jovens. Se pararmos para pensar, muito provavelmente iremos lembrar de alguém que conhecemos que tem esse tipo de relacionamento.
Amizade colorida nada mais é do que um casal de amigos com benefícios (na tradução literal do inglês), ou seja são amigos que têm um interesse sexual e muitas vezes agem como namorados, porém nao existe a cobrança nem a fidelidade exigidas normalmente nos namoros.
Mas até que ponto vale a pena? Para Gabriel Almeida " esse é o tipo de relação ideal, pois temos do nosso lado alguém que podemos conversar e que se importa e ao mesmo tempo continuamos com a nossa vida de solteiro". Ou seja, é um relacionamento típico de quem não quer compromisso. Tanto as mulheres quanto os homens se beneficiam disso, mas ambos devem tomar cuidado. Isabela Neves contou que sofreu muito com uma antiga amizade colorida, pois se viu apaixonada pelo amigo, e este não tinha interesse nenhum em um namoro. Como acabou? A amizade foi perdida, e restou muita mágoa para Isabela.

Podemos ver então que não importa o tipo de relacionamento que você tem, o fundamental mesmo é você seguir o que sente e viver da forma que escolher.

16 maio 2010

Homens perdem a fala diante de uma mulher bonita!

Postado por Monica Keiko às 20:35 0 comentários

Ele ficou sem saber o que falar? Ficou atrapalhado na sua frente? Fique satisfeita porque ...

Ele te acha lindíssima, charmosa e poderosa! Você consegue exercer algum poder sobre ele. Deixou ele sem palavras e sem nem ao menos conseguir pensar.

De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Experimental and Social Psychology, o desempenho cerebral dos homens piora quando estão cara a cara com uma mulher que consideram atraente. Os cientistas acreditam que isso aconteça porque durante uma conversa eles se concentram demais em impressionar, relegando as outras tarefas cerebrais para segundo plano. “A aparência apresenta um papel importante para o time masculino desde a infância”, conta Bez. “Por isso eles têm dificuldade para disfarçar quando olham uma mulher bonita, mesmo que a sua parceira seja tão linda quanto.

Já nós mulheres agimos de forma contrária segundo o estudo, conseguimos nos concentrar em uma conversa mesmo quando conversamos com um homem de tirar o folêgo, isso acontece segundo os cientistas porque nós não somos geneticamente programadas para correr atrás de relacionamentos sexuais. Enquanto que eles são geneticamente programados para pensar em oportunidades de transmitirem seus genes.

O passado conta?

Postado por Adriana Pucci às 19:12 0 comentários





É comum dizer que num envolvimento amoroso, todo homem quer ser o primeiro e toda mulher quer ser a última. Eles não querem competidores anteriores - nem comparativos! - e elas não querem futuras rivais. Mas não é só para o futuro que elas olham. Na hora de se entregar, o currículo dele é, sim, analisado. Se o cara já teve mil namoradas, você tem medo de ser mais uma ou não se importa? Perguntamos para mulheres se o passado sexual-sentimental-boêmio conta na hora de começar a namorar. Algumas disseram que sim - claro! Outras garantiram que não - imagina! E ainda houve quem ficasse no talvez.








Sim
"Claro que sim", responde a estudante de psicologia Fabiana Silveira, "se era um galinha, dificilmente vai deixar de sê-lo". Por outro lado, ela acredita que se o rapaz nunca teve um relacionamento sério, não é bom sinal. "Talvez tenha medo de se entregar ou tenha um bloqueio".
Janaina Carlatão, amiga de quem vos posta, dá muito valor ao currículo amoroso antes de entrar de cabeça em uma relacionamento. "Com tanto homem por aí você vai querer logo um malandro?", questiona ela. E aconselha: "Nunca se apaixone por um galinha, porque pode ter certeza que vai sofrer, ainda mais se for ciumenta", adverte, para em seguida concluir: "Deus me livre! Se com os santinhos já é difícil controlar a situação...".


Não
Tabata Florencio,leitora do chá-de-calcinha, acha que não devemos levar o passado amoroso em consideração. "O grande motivo por ficarem com tantas garotas é o medo de se envolver de verdade com uma só. Porém, se pintar, caem como patinhos! E na real, se a gente for pensar assim, não se envolve com homem nenhum", defende. Ela diz já ter sofrido na mão de muitos homens tidos como "santinhos". "Homem é tudo igual, mas também ama! O amor modifica as pessoas, tento acreditar nisso!", diz.
















Talvez
A estudante de jonralismo Bruna Marconi,acredita que cada um ama a seu modo e se comporta de acordo com o seu caráter. Para ela, um homem com currículo amoroso conturbado pode se apaixonar sim, mas não espere fidelidade. "Os cafajestes também amam, mas continuam sendo o que são", diz ela, para quem uma mudança de comportamento é raro. "Algumas mulheres alimentam a ilusão de que vão transformar um eterno Don Juan em príncipe encantado, que seu amor será tão intenso que ele será capaz de se contentar só com ela. Acho difícil. Mas há um alívio: o problema nunca será eu, você ou quem quer que se envolva com eles. É uma questão pessoal, íntima, deles", acredita.






Currículo é experiência
Pode se dizer que é certo que o passado amoroso influência as relações, pois é impossivel mudar e deixar de ser quem somos num piscar de olhos.É importante considerar as mudanças ao longo dos tempos, o amadurecimento, as escolhas maduras, bem como o fato de que relacionamentos passados foram diferentes por que eram com outros parceiros. É preciso avaliar caso a caso. Um padrão que se repete em inúmeros relacionamentos é bem diferente de alguns relacionamentos fracassados por motivos diversos
Para a psicóloga Sabrina Dotto Billo, "o passado amoroso tanto da mulher quanto do homem pode ajudar se ele ou ela aprendeu com os erros e mudou padrões de comportamento. Caso contrário, irá agir de forma semelhante e obter resultados parecidos", afirma.
É importante que duas pessoas antes de começar um relacionamento saibam o que querem e o que não querem do outro. "A pessoa deve conseguir comunicar isso de forma clara e estar com suas histórias amorosas pregressas resolvidas", explica Sabrina, sinalizando que, se uma pessoa tiver dificuldade em colocar um "ponto final" em seus relacionamentos, o passado amoroso extenso prejudicará.



E você, o que acha? O currículo amoroso dele conta ou não na hora de iniciar um relacionamento?

09 maio 2010

Viva o tamanho 40!

Postado por Adriana Pucci às 22:13 0 comentários
Meninas nem tudo está perdido! Os números revelam que, dada a escolha, a maioria dos homens prefere as gordinhas!






Se você precisava de uma boa desculpa para abandonar a dieta, ganhou a sorte grande. Uma pesquisa americana da Universidade Yale revelou como será a mulher do futuro: 2 centímetros mais baixa e 1 quilo mais pesada do que é atualmente. A justificativa é que as garotas com esse perfil têm mais filhos — e passam a eles suas características genéticas. O trabalho também chamou a atenção para outro detalhe: segundo os especialistas em sexualidade, não há dúvidas de que são as mais rechonchudas que habitam o inconsciente masculino. “Os homens desejam as mulheres cheias de curvas, que normalmente se doam mais na cama”, garante o psicólogo Alexandre Bez, especializado em relacionamentos pela Universidade de Miami, nos Estados Unidos. O problema, segundo o expert, é que nem todos assumem essa predileção por causa dos padrões de beleza da sociedade. “Muitos acabam se casando com uma esbelta, mas procuram satisfação sexual com as voluptuosas, mesmo que em casos extraconjugais.”
Segundo um inquérito feito ao universo masculino, quando se trata de mulheres, a grande maioria dos homens prefere as mulheres mais "redondinhas"! Ao escolherem as namoradas querem-nas "roliças" e com bastantes curvas.
De acordo com os números, o júri decidiu: Os homens irão escolher um tamanho 40, ao invés do tamanho 36, quando se trata de escolher a sua mulher ideal.
Estes números são baseados numa pesquisa online - não são de forma alguma os meios mais seguros de se obterem informações precisas - feita a 60.000 homens pela revista FHM. A revista descobriu que ao mostrar três tamanhos diferentes de modelos em biquini, 4 em 5 homens confessou sentir-se mais atraído pelas modelos de tamanho 38 e 40, do que pela modelo mais magra de tamanho 36.
A maioria dos votos foi para a mulher de tamanho 40, com 41%, disseram que ela tinha o corpo da sua "namorada ideal". Enquanto que uns fúteis 20% seleccionaram o modelo tamanho 36 alegando ser o corpo ideal de mulher.
A Professora Marika Tiggemann da Universidade de Flinders disse que os resultados apoiaram a pesquisa académica sobre este tema. "Nós descobrimos que as mulheres querem ser mais magras do que o que os homens acham realmente atraente". "A ideia que o homens têm sobre a proporção de uma mulher magra é sempre maior de que a da mulher. Infelizmente, muita pessoas acham que ser magro demonstra segurança e controle, enquanto que a gordura é um sinal de fraqueza."
No entanto, esses inquéritos foram muito mais prejudiciais para as mulheres do que úteis, de acordo com Julie Thomson, especialista em transtornos alimentares e imagem corporal da Fundação Butterfly.As mulheres ainda perpetuam a ideia de que os homens olham apenas para o aspecto exterior. Atribuem demasiada importância ao tamanho enquanto deveriam ter em consideração muitos outros aspectos muito mais relevantes.
"Do nosso ponto de vista como uma fundação de transtornos alimentares, este tipo de inquéritos são um problema para a sociedade, porque estão centrados em torno de avaliar as pessoas com base no seu tamanho e isto não é de forma alguma saudável."A professora referiu que as mulheres iniciaram dietas extremas ou desenvolveram distúrbios alimentares devido a uma série de razões, e era absurdo atribuir esse comportamento ao simples facto de querer agradar o sexo oposto. - "As pessoas desenvolverem distúrbios alimentares devido a uma ampla variedade de razões, incluindo a baixa auto-estima, o historial familiar e doenças depressivas."
"É muito, muito complexo e não é certamente apenas o desejo de ser magra ou o desejo de agradar os homens, que levam as mulheres a terem esse comportamento de compulsão por dietas."







Não estou aqui incentivando a obesidade! ou a falta de cuidados com a alimentação !

Mas estar acima do peso não deve ser considerado o fim do mundo por ninguém! desde que seja mantido a saúde tudo é válido !

E não esqueça , sempre haverá homens buscando por um pouco mais de CARNE! :D

Beijosmeliga !
;D

08 maio 2010

Interesseiras?

Postado por Bruna às 19:49 0 comentários

Acredito que nao sou a primeira a pensar " Vaca interesseira" quando vejo uma mulher com os seus 30 anos do lado de um cara muitooo feio, e muitas vezes muito mais velho que ela, fazendo compras na Oscar Freire. E isso ocorre muito!

Nós mulheres do século 21, que já queimamos sutians (não exatamente nós, mas whatever) em busca da igualdade com os homens, já conseguimos sair de casa e nao precisar casar com nenhum pretendente que o papai escolheu e conseguimos em alguns casos ser mais bem-sucedida que os homens, ainda somos interesseiras? Não acho muito legal isso nem nada, mas preconceitos a parte, saiu uma pesquisa realizada pelo site americano Phones4U que juntou 1.500 mulheres e observou o comportamento delas diante de um iPhone masculino. O resultado diz que 54% destas mulheres estão mais propensas a dar o número do seu telefone para estes homens do que para os homens com celulares comuns(!!!). O que confirma que ainda somos um pouquinho interesseiras, certo:

Confesso que uma vez em uma balada um cara me mostrou um Iphone, quando ainda nem tinha vindo pro Brasil, e eu fiquei brincando com o cel dele e até dei um pouquinho de atenção pra ele, mas não passou disso (viu???).

Não é que somos interesseiras, o que acontece é que um cara pra nos conquistar, deve ter algo que nos impressione, e no caso, se o moço tem um Iphone, nós vamos relacioná-lo a alguém antenado, de bom gosto e divertido. Um ponto a mais para passar nosso telefone, não acham meninas?

07 maio 2010

Aqueles dias difíceis...

Postado por Mari Lima às 18:37 0 comentários

Falando em irritar os homens, pensei no momento em que mais nos irritamos mutuamente. Eles a nós, nós a eles. Aqueles dias do mês em que, falando de forma sutil, as mulheres simplesmente perdem suas cabeças, cabelos e em alguns casos até os amigos e namorados. Os dias em que elas (e eles) enfrentam a TPM.

Sendo bem sutil novamente, gostaria apenas de amaldiçoar o que quer que seja que tenha criado esse período tão oscilante pelo qual passamos todos os meses, durante a maior parte de nossas vidas.

E abençoada seja aquela sua amiga que jura que nunca teve, nem passou por uma pequena mudança de humor durante uns quatro ou cinco dias do mês. Sorte a dela, que inveja!

Nervosismo, mau humor, ansiedade, sensibilidade, choro fácil (facílimo). São os mais comuns sintomas da Tensão – Pré – Menstrual. Aquele dia em que você começou a brigar realmente do nada, aquela patada que você recebeu da sua amiga sem motivo algum, aquela angústia sem explicação lógica e aqueles litros de lágrimas diante de um pote de sorvete. Esses são só os básicos, já presenciei cenas extremas, casos de mulheres que arremessam objetos longe e gritam com qualquer coisa que se mova. (Obs: NÃO sou eu! Ta? Vocês acreditam né? Que bom!)

A questão é, quando eles presenciam esses pequenos ataques explosivos ficam sem entender nada e principalmente não têm a menor noção do que fazer. Claro, qualquer coisa que ele fale nessa hora será interpretada de forma completamente distorcida e negativa, podendo colocar a vida do pobre rapaz em risco.

O ginecologista Carlos Petta, da Unicamp fez uma pesquisa exatamente sobre o modo como os homens lidam com a TPM das mulheres com quem convivem. "Embora os homens sejam capazes de reconhecer a TPM e até de localizá-la no tempo, em geral, eles não sabem como se comportar nessas horas" confirmou o doutor.

O médico ouviu 1 500 homens e mulheres, entre 20 e 35 anos, de todas as regiões do país. E constatou que para oito, em cada dez homens, todas ou quase todas as mulheres de seu convívio têm TPM. Entre as diversas reações masculinas, há os que se afastam (caso de três em cada dez), os que procuram tocar no assunto com cuidado (pouco mais da metade), e há também aqueles que se irritam e acabam sucumbindo ao mau humor e à irritação das mulheres (10%).

Pouco mais da metade das mulheres entrevistadas acreditam que esse período é o pior e o que mais afeta no relacionamento com os homens. Já os números entre os homens que concordam com isso são bem maiores, 85% acham esses dias insuportáveis.

Aqui está um quadro elaborado pelo Dr. Petta sobre o que as mulheres e os homens acham da TPM.

Além disso, eles discordam quando falamos que tudo que precisamos é de um pouco mais de carinho e atenção, o estudante de publicidade Renato Macedo garante que não basta tentar ser atencioso, “Qualquer coisa que eu diga ou faça a irrita ainda mais. O melhor é nem chegar perto!”. Outro estudante de ADM, Marcelo Ferraz, contou um episódio que passou com sua namorada. "Ela tava obviamente de TPM, tava gritando comigo porque eu resolvi esperar ela se arrumar na sala da casa dela, e não do quarto dela. Pedi pra ela se acalmar, melhor eu nem continuar a contar, você já de tá imaginando o efeito que isso causou, multiplica por dez! Foi meu maior erro (risos)".

Pois é, o melhor mesmo é não tocar no assunto. Não tem coisa que irrita mais, junto com ser trocada pelo futebol, como o namorado ou qualquer homem dizendo “Nossa, mas hoje você está de TPM hein”.

Não precisa me contar, eu sei, você sabe, todos nós sabemos que estou mesmo. Portanto, durante a TPM porque você não Tente Perturbar Menos, que isso pode ajudar muito e evitar que alguém se machuque!

Ha ha ha exagero meu! Na maioria dos casos, paciência é o fundamental. Confesso que tem que ser uma dosagem bem (BEEEEM) significativa de paciência, mas depois tudo voltará ao normal.

Ou não!

Nada melhor do que terminar com alguns exemplos, pra vocês ficarem espertos e darem umas risadas!







[Obs: comentar? leia aqui.]

Absolutamente de tudo para irritá-los!

Postado por Mari Lima às 12:27 0 comentários

Não adianta negar não, vai dizer que você nunca fez alguma coisinha só pra provocar um pouco?

Um apelidinho bobo, uma tirada básica, um gelo clássico. Ou escondeu o controle da TV, bateu bem forte a porta do carro dele, falou que ele não fazia nada certo, quis discutir a relação no meio do jogo, ou disse que tem um amigo dele que é uma gracinha e que ele devia ser igual.

Nós vivemos fazendo um trilhão de coisas para agradá-los, e mais algumas dezenas para provocá-los. É bom quando eles merecem, e tem alguns casos que merecem muito! Mas pobrezinhos dos homens, a grande maioria se esforça também pra nos agradar.

O motivo de estar falando disso é pelo que aconteceu ontem (e hoje, um pouco) no Orkut. Um “joguinho” feito apenas para despertar a curiosidade dos homens, nada mais e nada menos que isso, só pra irritar!

A ideia surgiu no Facebook, onde algumas mulheres começaram a colocar cores em seu mural, deixando os homens sem saber por que estavam todas fazendo a mesma coisa. As cores eram as dos respectivos sutiãs das garotas, e a brincadeira foi um sucesso! Deixou todo mundo curioso e principalmente os homens que eram privados da informação do que aquilo tudo significava.

A tentativa do Orkut, ou melhor, das mulheres no Orkut, foi parecida. Cada uma devia colocar no status do seu perfil o lugar onde costumava deixar a bolsa em casa. Foram vários os lugares, de repente aquele monte de atualizações com as meninas escrevendo “Na cama”, “Na mesa”, “Na cozinha”, “No chão”. E os machos de nada estavam sabendo, o jogo foi espalhado por depoimento somente entre as mulheres, deixando todos os homens no Orkut se perguntando “o que é isso? ”. E imagina só o que não deve ter passado na mente masculina (e, quase sempre, poluidíssima) deles.

Muitas entraram na brincadeira e se divertiram com os caras doidinhos pra saber do que aquilo tudo se tratava. Inclusive eu, que tive vários amigos perguntando porque diabos eu coloquei “Na cadeira do meu quarto” no meu perfil. E, falando francamente, tem coisa mais engraçada que irritar um homem? Acho difícil.





Falando nisso, hoje é dia de irritar os homens corintianos! Como se perder, mais uma vez, a chance de conquistar a Libertadores já não os irritasse o suficiente (Veja aqui os gols da partida que desclassificou o Timão). Coitadinhos!

Mas só um pouquinho a mais não custa nada!

Aqui vai um vídeo pra você, São Paulino(a), Palmeirense, Santista, Flamenguista... e pra você que se importa mais em torcer contra o Corinthians mesmo. Uma paródia de tirar do sério qualquer corintiano: “A Libertadores o Timão vai ganhar... Só no Playstation tion tion!”




[Obs: comentar? leia aqui.]

06 maio 2010

Tá chovendo mulher!

Postado por Adriana Pucci às 00:53 0 comentários
Querida Leitora aflita, você anda quietinha pelos cantos, solitária em busca para uma sapato para sua meia? Reclamando a falta de homens no mercado e como a vida seria melhor a dois?
Bom continue se preocupando, pois a situação está ficando preta para nós queridas colegas do sexo feminino e que curtem o sexo masculino :(



Segundo pesquisa divulgada pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) mostra que em 2006 o Estado de São Paulo possuía 95,8 homens para cada grupo de 100 mulheres. Em números absolutos, isso significa aproximadamente 860 mil mulheres a mais em relação ao número de homens
Segundo a Fundação, essa relação, conhecida como razão de sexos, se manifesta de maneira diferente entre as faixas etárias da população. Em 2006, houve prevalência do sexo masculino até a faixa etária de 15 a 19 anos. A partir dos 20 anos, o número absoluto de mulheres superou o de homens. A explicação é pela maior esperança de vida observada para a população feminina. Outro fator que influencia são os fluxos migratórios.
Também há variação significativa da razão de sexos entre os municípios e regiões administrativas do Estado. A região metropolitana de São Paulo apresentou no ano passado a maior diferença regional entre a população masculina e a feminina (93,3 homens para cada 100 mulheres), enquanto a região administrativa de Sorocaba foi a mais equilibrada, com uma razão de sexos muito próxima a 100. Na região administrativa de Registro, havia maior participação da população masculina, com 103,2 homens para cada 100 mulheres.
E não é só isso ! desde que o mundo resolveu ficar mais colorido, ou seja todo mundo está saindo do armário, parece que sobram menos homens ainda para nós solitárias! O bom é que aumentam o número de melhores amigas na nossa lista! Quem aqui não curte um amigo Gay? ADORO, TENHO MILHARES!
Bom vou fazer uma visitinha à Registro, quem sabe não descolo alguém por lá! Bora comigo mulherada! pelo visto lá tem para todo mundo ! Aqui em São Paulo a situação está critica e a concorrência caindo em cima!

Será que um dia um Milagre vai acontecer?
A música descreve o impossivel !

Enjoy!
Weather Girls - Its Raining Men






BeijosMeLiga!

[Obs: comentar? leia aqui.]

Papo de macho

Postado por Paula Barra às 00:16 0 comentários
Nada melhor do que quarta-feira a noite, em pleno dia de jogo de futebol, principalmente hoje com jogo decisivo da Libertadores, para falar sobre homens. Nesse momento, esses bravos torcedores estão em sua plena forma de macho. Exaltados. Os homens xingam, gritam, brigam. Não me venha tentar pedir um pouco de atenção, porque nesse instante todas as atenções estão direcionadas para vários homens, que como eles lutam, xingam, brigam, mas dessa vez, pela bola.

Porém, leitoras, hoje o assunto não será futebol, mas sim tudo aquilo que passa pela boca desses bravos homens. O tema é: papo de macho. Diferentemente de nós, mulheres, que adoramos contar como foi aquele passeio, viagem, desabafar, pedir conselhos, os homens são mais difíceis. Como diz o antropólogo Carlos Balhana, mestre em História Social do Brasil, "o próprio homem tende a querer ser um mistério. Ele não se abre como as mulheres, preferem manter segredos sobre quem realmente é e até participar de ambientes secretos e restritos".

Mas, afinal, sobre o que eles falam? Enquanto nós, mulheres, dividimos nossos problemas, eles riem do problema do outro. Nós falamos com que roupa vamos sair, eles sobre as roupas que vão tirar. Se o assunto for o mesmo, futebol, por exemplo, nós falamos que o nosso time é o melhor, já eles partem para o ataque, e xingam de vez o time do outro. Esse homens, machos, querem ser maiores e mais fortes que a maioria. É só lembrar daquele tipo Humberto Martins, que só de olhar você acha que vai matar uma barata com a mão, e já vai entender que para esses são raros os momentos de sensibilidade e um tato mais feminino.

Mas eles existem, amiga, e Marcelo Dourado, ganhador do BBB 10, que o diga. Considerado o machão da casa, com todo aquele discurso de que homem não chora, não senti frio, ele chorou.

video

Porém, são raríssimos momentos como esse. Por isso, para acabar com todo esse discurso de que macho não é sensível e atender a todos os desejos femininos, os alemães desenvolveram um poderoso spray. Com ele, você poderá encontrar com frequência cenas desses machões em momentos de pura sensibilidade.

Para sintonizar com todos os nossos desejos femininos, o spray promete tornar qualquer homem em um rapaz carinhoso. O composto foi batizado de "química do abraço", e segundo os cientistas alemães da Universidade de Bonn, que desenvolveram a fórmula, algumas borrifadas são capazes de sensibilizar qualquer homem.

Para momentos de valentia dos homens, apenas algumas borrifadas do novo composta, e no dia seguinte você receberá flores e será a mais querida das mulheres. Para aqueles que diziam que os machos não são sensíveis e só falam grosserias, aqui está a solução.



[Obs: comentar? leia aqui.]

05 maio 2010

Aparência x Relacionamento que dá certo

Postado por Monica Keiko às 22:42 0 comentários

Se você é daquelas que se preocupa demais com a sua aparência ou daquelas que têm um namorado metrosexual, esse post á pra você!
Apesar dos homens modernos estarem mais preocupados com a aparência, desde de sempre nós mulheres somos afetadas por isso.
Quando ELE te chama pro 1º encontro, aiii que legalll! Quem dera pensássemos só nisso...
A magia do primeiro encontro: que magia nada! Estamos sempre muito nervosas e ansiosas antes e durante.
Mas é claro a primeira impressão é a que fica!
E começa a correria, foi dada a largada : fazer a unha, depilação, comprar uma roupa ( já que nenhuma que você tem presta naquela momento), fazer o cabelo, a maquiagem, escolher o perfume, os brincos, a pulseira, o anel, o colar, o seu sutiã e é claro a sua calcinha! E o sapato? Aiiii meu deusss! Não acho o sapato certo! humpf...
Mas será que é isso que relamente importa? No decorrer do relaciomento NÃO!
Em entrevista a psicológa Rosane Pires revela que o homem priva muito mais o prazer que ele tem na relação do que a beleza fisíca. Segundo ela " Fica desasestabilizado um relacionamento quando a mulher está muito mais preocupada, focada na sua aparência do que na relação , homem e mulher".
O que acontece muitas vezes é que quando nos preocupamos demais com a nossa aparência, acabamos nos distanciando de um relacionamento, perdendo a capacidade de nos relacionarmos.
Rosane afirma que " Se o que você faz é só buscar beleza, buscar beleza, buscar beleza, e fica nisso, já é um principio de uma neurose."
Mas isso não vale só para nós não, homens modernos sofrem desse mal também ( são os metrosexuais).

PORTANTO, garotas, o que importa mesmo são os momentos vividos e a história que vocês dois vão escrever. Um relaciomento jamais vai se manter só com a sua aparência ou a dele, o que mantém um racionamento legal vai muito mais além. Tá na forma como a outra pessoa te faz sentir! E se você realmente ama ELE, não perca nenhum segundo, viva, aproveite, se jogue de cabeça...

E LEMBRE-SE: A vida é uma só uma e o importante é como você vai escrever as suas histórias e não só a sua imagem!


[Obs: comentar? leia aqui.]

04 maio 2010

Falando em traição ...

Postado por Monica Keiko às 22:48 0 comentários
Quem trai mais? Os homems ou nós, mulheres?

Na nossa mente feminina quem trai com mais frequencia, obviamente são os homens! É fato que os homens se deixam levar muito mais fácil pelo prazer momentâneo do que nós. Mas será mesmo que homens traem mais do que mulheres?
Não é o que comprova uma pesquisa publicada no periódico "Journal of Family Psychology", em que pesquisadores da Universidade do Colorado e Texas A&M avaliaram 4.884 mulheres casadas comprovou que mulheres mais jovens aparentemente estão traindo seus companheiros quase tão frequentemente quanto os homens.
Cá para nós garotas, é bom sempre ficar com o pé atrás. Sem exageros, claro. Mas fato é que os homens já nascem muito mais propensos que nós a agir por instinto. Sem pensar eles fazem, se arrependem, ás vezes, mas fazem! E quem vai saber? Eu, particularmente, sou daquelas que só acredito vendo, mas tô sempre de olho, claro.
E quanto a nós? Na maioria das vezes só somos capazes de trair quando a coisa tá feia no nosso relacionamento! Excluindo da lista as que são que pensam "diferente" por natureza né! EU nunca trai pra dizer que é por experiência própria mas experiências de amigas COMPROVAM!
Se liguem, HOMENS: muitas vezes a traição é falta de atenção e dedicação da parte de vocês!

E você perdoaria essa?




[Obs: comentar? leia aqui.]

Trair é papo furado!

Postado por Adriana Pucci às 00:35 0 comentários


Aqui vai uma pergunta: Quem já foi chifrada levanta a mão? OK ok eu tenho que dizer que não , mas pelo simples motivo de que nunca tive um relacionamento que durasse mais do que um mês. Mas mesmo se você não foi, conhecer alguém que já foi, não é das coisas mais difícieis!
E é por isso que todas aquelas desculpas esfarrapas já são conhecidas por nós, dentro das mais possiveis variações: “ estava bebado demais”, “Foi só sexo”, "Ela não significa nada para mim"... Quem já foi traída sabe bem que essas desculpinhas são usadas desde o tempo em que Madonna era virgem. E, se não faziam sentido nem no passado, muito menos agora. Porém as expectativas do homem sobre relacionamento mudaram. Hoje, ele busca parceiras capazes de realizá-lo fora da cama. Depois de interrogar centenas de homens sobre o assunto, a antropóloga Mirian Goldenberg, autora do livro Infiel: Notas de uma Antropóloga, constatou: ao trair, a esmagadora maioria não procura apenas carne fresca, e sim mais compreensão e menos cobrança. E jura de pés juntos que é raro encontrar essa dobradinha em relações oficiais.

Recomendo esses tres Links Sensacionais sobre como “pegar o traidor no Pulo”:

Pega Traidor:
http://nova.abril.com.br/edicoes/436/amor_sexo/novas-desculpas-de-um-traidor.shtml?pagina3

O novo Infiel:
http://nova.abril.com.br/edicoes/436/amor_sexo/novas-desculpas-de-um-traidor.shtml?pagina2

O corpo Denuncia:
http://nova.abril.com.br/edicoes/436/amor_sexo/novas-desculpas-de-um-traidor.shtml?pagina4


Bom Voltando ao nosso Papo sobre os mentirosinhos!

Chegamos a cima a conclusão de que eles não estão procurando por sexo, e sim algum tipo de realização afetiva , o que isso as leva a crer minha gatas? QUE ELE NÃO POSSUI NENHUMA REALIZAÇÃO AFETIVA COM VOCÊ!
Entenda isso: Muita paixão = Pouca traição!
De acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade da Florida, pessoas que estão no auge da paixão são menos propensos a cometer adultério. Os cientistas mediram a atenção de 113 homens e mulheres a fotos de pessoas atraentes e constataram que os apaixonados ignoraram as imagens dos bonitos em questão.
O estudo solicitou a alguns voluntários que escrevessem previamente um texto sobre o amor que sentiam por seu parceiro. Aos outros foi dada a tarefa de escrever sobre felicidade. Após essa etapa, imagens de pessoas bonitas foram mostradas aos dois grupos. Os que escreveram sobre amor e consequentemente foram forçados a pensar a respeito, não conseguiram fixar a atenção às imagens das pessoas atraentes por muito tempo.
O resultado da pesquisa pode estar associado ao funcionamento do neurocórtex, que no caso dos apaixonados, repele pessoas muito atraentes. Isso acontece por razões evolutivas, que se beneficia da monogamia. E nos homens apaixonados o mecanismo “repelente de bonitas” é quatro vezes mais forte do que nas mulheres.


Posso dizer por experiência própria, que quando a paixão é forte mesmo a vontade de ficar com outras pessoas diminui SIM!
Para finalizar de uma forma diferente, vou postar uma musica que acredito que ilustra bastante esse tema!
O que ela retrata, é o que no fim acaba passando na mente de todas nós !

Enjoy!
ABBA - Mamma Mia!





Para quem não sabe inglês, confira a tradução.

é isso ai fofos do meu Brasil!

BeijosMeLiga!


[Obs: comentar? leia aqui.]

03 maio 2010

A divina arte de interpretar

Postado por Mari Lima às 20:49 0 comentários


Não tem como negar, todo mundo sabe que homem é um ser muito (MUITO) lerdo.

Sem querer puxar pro lado feminista, nem dar sentidos pejorativos a condição de lerdeza masculina, isso é um fato e não tem como discutir.

Quantas vezes você precisa dar uma dica do que quer ganhar de presente pro seu namorado até ele perceber e, de fato, te dar o presente?

Um cenário real:
Você está em casa, sábado a noite, com seu querido amor. E começa a comentar sobre alguns lugares legais para sair, como suas amigas e amigos se divertiram quando foram, e pra não ser mal educada você opta pelas indiretas de que quer fazer alguma coisa. No final das contas ele diz “Acho que hoje é melhor ficar em casa, não? Tô vendo que você não tá muito a fim de sair”
Só te sobra aquela cara de taxo né?


E, só pra exemplificar mais um pouco, com certeza essa já aconteceu com a maioria das mulheres... Você, gatinha e solteira, está afim de um cara e sabe com toda a certeza do mundo, assim como você sabe que 2+2=4, que ele também está afim de você. Você começa sendo discreta, mas percebe que nada acontece, então passa a ser um pouquinho mais indiscreta e investe pesado nas INDIRETAS. E o ser simplesmente não se mexe. Nenhum milímetro sequer.
E nem vem dizer que ficamos esperando o homem dar o 1º passo, nada disso! As vezes já estamos no 20º passo e nada dele entender!

E aqui vai, pra você que tá achando que eu to pegando pesado demais, a comprovação do que estou falando:

Um estudo feito na Universidade de Indiana, nos EUA, mostra que os homens têm mais dificuldade de identificar os sinais não-verbais demonstrados na hora da paquera. E não é só isso, eles também confundem as coisas.

A pesquisa reuniu 280 estudantes heterossexuais com idade média de 20 anos, sendo a maioria (64%) homens. Foram mostradas uma série de 300 fotografias de mulheres e homens que demonstravam expressões de amizade, tristeza, rejeição ou interesse sexual aos voluntários e pediram que os participantes identificassem qual era a intenção expressa nas imagens. Os resultados indicam que os homens confundiram com mais freqüência (67%) que as mulheres (33%) uma expressão de interesse sexual como um sinal de amizade.

O que prova que os homens confundem bem mais as nossas intenções e não captam, (não tem jeito mesmo) as indiretas.

Bom, mas eles têm o lado deles, assista o vídeo da Liga da Comédia, você que é homem e ficou irritado com esse post!





Mas pra você, cara amiga que procura uma solução, o melhor é ser direta mesmo! Fale uma, duas e quantas vezes for preciso, homem não é burro ele vai entender, aliás eles são espertos demais e até mais do que nós mulheres, e isso também é comprovado cientificamente, mas vamos deixar essa questãozinha pra depois, que não é hora de puxar mais o saco deles! Vamos lá homens do mundo, aprendam a arte de interpretar!


[Obs: comentar? leia
aqui.]

Problemas com os comentários

Postado por Mari Lima às 18:37 0 comentários
Queridos leitores!

Estamos com problemas nos comentários, tem uma falha que ainda não sabemos como consertar... então até que o problema se resolva vou deixar aqui as explicações pra quem quiser comentar.

Quando vai postar um comentário com nome ou anônimo, ou seja, não está logado no blogspot ou wordpress etc, o blog pede pra que reescreva as letras de uma imagem. Até ai tudo bem, certo?
Mas, porém, no entanto, contudo, entretanto... o espaço para escrever as letras não aparece =/

Não se desespere!!! O espaço está lá.. só que o negócio é mais embaixo! hahahaha
Selecione qualquer palavra e com o mouse ainda clicado puxe a seleção para baixo... e lá estará a caixinha para reescrever o texto da imagem!

Desculpem o problema, estamos tentando de tudo pra resolver!
Enquanto isso não acontece, vou deixar esse post linkado em todos os outros posts, e também vou deixar como marcador, ali do lado direito da nossa página, o link Como Comentar, pra que não tenham dúvidas.

Brigada a todos, desculpem pela falha e esperamos que vocês comentem!

O cigarro afasta os homens!

Postado por Adriana Pucci às 00:28 0 comentários
Hoje, ao ler uma reportagem na Folha Online, fiquei surpresa e aliviada ao ler uma matéria sobre cigarros!
Bom, para vocês amigas que fumam, terei aqui um bom motivo com um bom argumento para que vocês deixem esse hábto PÉSSIMO!
Imagino que para quem fuma, já ficou bem cansativo e repetitivo ficar citando todos os males que o cigarro pode causar, mesmo que seja válido ressaltá-los afinal essas informações são sempre reforçadoras na tentativa de fazer com que aqueles que gostamos parem de fumar! Desde Perda de Cabelos, riscos aumentados de câncer, infarto, depressão e infertilidade e por ai vai...
Recomendo para aqueles que se interessarem, o Blog 007 que
possui diversos posts rápidos e fáceis de ler sobre cigarro!
BOM AGORA O QUE REALMENTE NOS INTERESSA! ;D
Cada vez mais os homens tem dado preferência para mulheres que Não fumam!
O que antigamente era considerado "charme" está sendo cada vez mais abolido da preferência masculina!
Segundo pesquisa realizada por MIM :D dentro das universidades PUC e MACKENZIE! 60% dos homens gostariam de encontrar meninas que não fumam! 20% Não ligam e 20% gostaria de alguém para compartilhar seu vício!
Pois é, me parece que fumar está sendo motivo para rejeição da parte masculina! Um dos motivos principais dado pelos entrevistados é o BAFO! E vamos ser francos aqui, cigarro deixa realmente um bafo HORROROSO! Quem fuma normalmente tem um chiclete junto com seu cigarro! MAS ISSO SÓ AUMENTAS OS GASTOS COM ESSE MALEFÍCIO!
O site da FOLHA ONLINE publicou ontem, dia 2 de maio, uma matéria que mostra outras pesquisas que comprovam tal rejeição. Dêem uma olhada que vale a pena!

Então Gracinha ! Fica a dica aí! Quem sabe para quem está meio desesperada por ai, e fume, esse não seja MAIS UM ARGUMENTO para você parar de fumar!
Beijosmeliga ;D

02 maio 2010

Concorrência em todos os campos!

Postado por Paula Barra às 22:35 1 comentários
Aproveitei o post da Mari, super calcinha, amiga, para ilustrar um pouco do que é essa tal paixão masculina. Concorrência nós, mulheres, já temos em todos os campos. Basta ir ao shopping, bares, baladas, aí nem se fala, que lá estão várias daquelas que querem aproveitar o nosso momento de distração para atacar. Mas convenhamos, no campo de futebol? Inusitado? Não.

Já não é de hoje que homens se estapeiam, batem, xingam, beijam, apertam, usufruem um pouco do corpo do outro. Homens. Em um dia qualquer, você está com seu namorado e comenta daquele amigo sensível que chorou ao ver Moulin Rouge. A resposta dele: GAY! Sem ter como contestar, você apenas ri e se cala. Mas em final de campeonato de futebol ou naquele jogo decisivo falar que o torcedor fanático que beijou o jogador que conseguiu o GOL no último minuto de jogo é gay, é um absurdo! Você, insensível mulher, está louca? Isso é paixão, é raça! Não tem como contestar. Sem entender novamente, você se cala.

Para demonstrar melhor, os grandiosos momentos de euforia desses homens movidos pela paixão:

1º) Ganso abraça Neymar após gol do Santos na final do Paulistão.

2º) Fredrik Ljungberg e um amoroso torcedor.

3º) Maradona recebe caloroso beijo do Tevez.




Esse paixão masculina é antiga. O futebol está em todos os momentos da vida do homem. Até para retardar a ejaculação, lá estão os queridos e amados jogadores de futebol. A rede britânica Lloydspharmacy.com fez uma pe squisa com seus consumidores para descobrir no que os homens pensavam para retardar a relação sexual. Resposta: Jogadores de futebol.

Na divulgação do levantamento, publicado pelo The Sun, os ingleses declararam que o jogador Emile Heskey, centroavante do Aston Villa com 1,88m de altura, é um dos mais lembrados na hora H. Outros homens revelaram que pensam na escalação completa do Arsenal.

Escalação do Arsenal

Jogador Emile Heskey


Para tentar compreender essa paixão, o historiador Leornardo Affonso de Miranda Pereira, professor do Departamento de Teoria Literária da Unicamp, respondeu esta questão no seu livro "Footballmania". Ele destaca alguns pontos que fazem do futebol um esporte especial para o brasileiro: ser popular, ter representação nacional, e a convicção de que o Brasil joga o melhor futebol do mundo. É em 1938 que se enraíza no país o sentimento de que brasileiro joga futebol de uma maneira diferente. "Acredita-se que o Brasil tem ginga, tem o futebol malandro, que valoriza o drible e que o diferencia de todos os outros países",como argumenta o pesquisador


E é exatamente pelo fascínio do brasileiro por esse esporte, que hoje, na final do campeonato paulista de futebol, quis ilustrar como esses momentos de vibração, emoção, comoção, alegram também as mulheres, que muitas vezes sem entender, apenas apreciam esses delicados momentos, cara a cara, entre torcedores e jogadores ou jogadores e jogadores. Uma homenagem a esses homens tão apaixonados, uma ressalva, ao futebol.

Uma observação para vocês, leitores: ainda faltam 40 dias para Copa do Mundo, e não poderíamos encontrar um momento melhor para discutir sobre esse assunto. Para melhorar as pautas, podem mandar sugestões para o blog. Tema: homem e futebol.

01 maio 2010

Nós contra a bola

Postado por Mari Lima às 21:06 0 comentários


Hoje vou partilhar um problema pessoal com vocês.

Eu estava no telefone com meu namorado, conversando e combinando de fazer alguma coisa. Tudo normal. Ah, me esqueci de comentar que era domingo. Dia oficial do futebol, claro. Fazia uma semana que não nos víamos e eu queria sair. E adivinhem...

“Mas agora não dá, tem futebol”

Acho que não tem frase no mundo que consiga me irritar mais do que essa. Futebol, precisa assistir? Porque uma vez na vida ele não pode conferir apenas o placar do jogo no dia seguinte? Porque ele não vai assistir os lances no Youtube? Tem que me trocar pra ver aquele bando de homem correndo atrás de uma bola?

Tem sim! E meu problema pessoal não é só meu, nem só seu se você, querida amiga que está lendo, se identificou com o caso. São de todas e de todos os homens. E é óbvio que eles não acham que isso é um problema.

Uma pesquisa feita pela BBC Brasil comprovou: seis a cada dez homens realmente dão preferência ao futebol no lugar de namorar e até de sexo. Na Suécia, que ficou em primeiro lugar na pesquisa, 95% dos entrevistados responderam que nunca, ou quase nunca, trocariam uma partida de futebol por uma relação sexual. Os espanhóis, que têm fama de “calientes”, ficaram em segundo lugar, com 72% dos homens dizendo que preferem ver aos jogos pela televisão a fazer sexo.

E aquela história do homem ser insensível também acaba quando o assunto é futebol. Nove entre dez homens disseram já ter abraçado ou beijado um desconhecido em uma comemoração durante o jogo e 66% admitiram que choram habitualmente nas conquistas ou perdas do seu time.

Depois dessa eu só falei que tudo bem, “A gente se vê depois do jogo então, amor”. O que eu podia fazer? Não tem como mudar, eles são assim mesmo! Mas que concorrência injusta essa, não acham? Vamos combinar, ninguém merece ser trocada pela bola!
 

Chá de Calcinha Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare